30/10 | As I collapse


30/10 às 18h, 18h45, 20h e 20h45

zoom

online / Ingressos: R$ 10/5 (meia) – ingressos limitados no Sympla! Clique aqui!


um trabalho coreográfico para um humano e milhões de seres microscópicos


A instalação é sobre a cognição e sensibilidade entre seres vivos explorados através do elemento água. O formato online oferece uma ponte segura pro distanciamento social entre o espaço físico que você habita como público e o espaço físico que nós habitamos como artistas, englobando o espaço virtual compartilhado onde nos encontramos.


Nosso co-criador em As I Collapse é a microalga luminosa de nome Pyrocystis Fusiformis.


A Pyrocystis Fusiformis pode produzir luz quando exposta a movimentos repentinos, tornando essa alga invisível em visível - mesmo do espaço. Lançando sua luz azul brilhante sobre a superfície do oceano, girando em grandes e numerosos fluxos, elas produzem luz suficiente para torná-los visíveis do espaço sideral.

Abordando esses dois aspectos diferentes de escala e a especial habilidade desse ser microscópico, a instalação elabora um jogo mental no encontro entre o corpo humano e a alga microscópica ao convidar nossos espectadores a se juntar a uma especulação coletiva:

Como seria ser adotado por esses seres microscópicos?

O que significaria se adaptar ao seu habitat, sua organização?

Podemos imaginar extensões familiares através das espécies?

O que ganharíamos ou perderíamos em termos de singularidade, sustentabilidade ou sobrevivência?

O que do “Eu" (I) desmorona (collapse) quando o “nós" se sobrepõe a ele?

E o que já é dividido entre nós?

Uma experiência com múltiplas camadas

A água é o habitat natural das algas. A água está em todos nós - não há centro na lógica da água e não há 'nós e eles' - não há binários. Ao longo da performance, você será guiado por uma exploração das diferentes interações com a água. Nós convidamos você a ser curioso, aberto e a usar todos os seus sentidos.


A peça consiste em um número de camadas em que você pode mergulhar e explorar como quiser. Em um vídeo de introdução você pode ouvir os pensamentos por trás da instalação, explicados pela coreógrafa Tina Tarpaard:

Uma das camadas é inteiramente análoga: um encontro com Pyrocystis. Os participantes da experiência poderão buscar uma embalagem contendo uma colônia de algas (informações sobre a retirada no fim da página*) e instruções sobre cuidados para manutenção. A partir daí, você poderá admirar a habilidade mágica delas em sua própria casa e aproveitar esse encontro físico para começar a refletir sobre algumas das questões que a obra propõe.


A camada principal consiste em uma experiência de desempenho online e via streaming. Aqui a performer Camila Ferraz irá conduzir você através de diferentes possibilidades da água e da vida em um fluxo de palavras e imagens usando diferentes escalas. A performance ocorre em ciclos de 25 minutos. Ela é executada ao vivo e para um público limitado a cada vez. Uma espécie de intimidade digital além das fronteiras físicas.

E para ir mais afundo, você pode experimentar uma meditação guiada com um arquivo de som desenhado com som envolvente de água e um texto escrito pela autora Ida Marie Hede para nós.


Você pode vivenciar as duas camadas uma logo depois da outra ou em momentos diferentes, no seu tempo. E você sempre terá a possibilidade de reviver aqueles que não acontecem ao vivo conosco.

Repensando o dualismo cultura / natureza


Criada por um forte time de artistas e cientistas, As I Collapse oferece um discurso renovado sobre sustentabilidade - ao chamar atenção para a precondição para um futuro mais sustentável: nossa relação com nós mesmos e nosso entorno, bem como a compreensão herdada de nós mesmos como superiores a outras formas de vida. As I Collapse quer desafiar nossa compreensão sobre a nossa própria substância biológica e nossa interação com outras. A performance coloca questões críticas, desafiando a premissa humana de ocupar o ponto mais alto da evolução e lida com a redefinição deste papel - incluindo seu impacto na criação da coreografia. Presentemente novos estudos científicos estão tentando repensar e re-conceituar a visão antropocênica do dualismo entre cultura/natureza. Alinhado a esse movimento, As I Collapse quer dissolver esse dualismo ao descentralizar o corpo humano a fim de estabelecer uma relação equilibrada e respeitosa com outras formas de vida.

Ficha técnica

Concepção e coreografia: Tina Tarpgaard

Performer: Camila Ferraz

Texto: Ida Marie Hede e Nelly Zagora

Desenho de som e vídeo: Mikkel Larsen

Artista pesquisador/Consultor: Pei-Ying Lin

Produtor: Carlos Calvo

RP: Ida Fredericia

Gráficos, fotos e video: Søren Meisner

Duração: 25 min.

Língua: Português

A peça tem o apoio do CPH Stage e The Danish Arts Council.

foto: Skærmbillede / Søren Meisner


*Retirada das algas para espectadores de Porto Alegre: dias 27 e 28/10 no Centro Municipal de Cultura (Avenida Erico Verissimo 307), das 12h às 15h. Àqueles que desejarem receber suas algas em casa, recomendamos o serviço da Pedal Express. Entre em contato diretamente pelo 51. 98507-0277 para combinar a entrega e consultar valores.

Tags:

Travessa Paraíso 71 / CEP 90850-190 / Porto Alegre / RS / Brasil

Fone/WhatsApp: +55 51 99846-6457

E-mail: portoalegreemcenafestival@gmail.com