top of page

Oficina de iniciação circense


Ministrante: Joana Cambese e Zeca Padilha (Acromix Circus)

Data: 14 de setembro, quinta-feira

Horário: 14h às 16h

Local: Casa de Cultura Mario Quintana - Sala Marcos Barreto (4º andar). R. dos Andradas, 736 - Centro Histórico, POA

Vagas: 35

Público: A partir de 8 anos


Minibio: Joana Cambeses Souza é educadora física e artista criativa. Tem se dedicado à diversas formas de arte, como a dança, o circo e a performance. Além de instrutora de circo social pelo Cirque du Soleil e Jeunesse du Monde (2006), é bailarina aérea profissional, tendo trabalhado por nove anos na Ásia. Trabalhou como bailarina profissional com Déborah Colker na abertura das Olimpíadas (2016), com La fura dels baus (2017) como coordenadora de equipe (45 bailarinos no ar) e, no espetáculo "Dalí", atua como a musa de Dalí, Gala Eluard, personagem surrealista e condutora do espetáculo.


Zeca Padilha é formado em Educação Física pela Universidade Luterana do Brasil em Canoas e atuou como ginasta entre os anos de 1995 e 2006, participando de inúmeros campeonatos. Tornou-se, mais tarde, professor e árbitro de Ginástica Olímpica. Em 2008, foi convidado a integrar o elenco do espetáculo “OVO” do internacionalmente renomado Cirque Du Soleil, realizando turnês pelo Canadá, Estados Unidos e México. Em 2013, integrou o elenco da Web World Entertainment Productions, na Companhia MSC Cruises. Em 2016, participou como acrobata na abertura do XXXI Jogos Olímpicos na cidade do Rio de Janeiro.


Sinopse da oficina: Na medida em que se ensina pela pedagogia do amor, já se ensina o amor pelo exemplo, a melhor forma de ensino, por ser sentida e principalmente vivida, e não apenas racionalizada. Quando o outro compreende o verdadeiro amor em alguém, é difícil que não queira praticálo, pois nota como quem ama verdadeiramente, emana positividade, é pleno e feliz. Este é o eixo motivador e educacional deste projeto. A proposta é usar o circo como pedagogia alternativa para jovens em dificuldades e ajudar, assim, toda inclusão social. Intencionalmente ou não, nota-se que o circo social coopera para a formação de artistas. A metodologia do circo social dentro da pedagogia do amor dialoga dentro da comunidade integrando linguagens; propiciando o desenvolvimento expressivo das crianças e adolescentes.


Link para inscrições: https://forms.gle/9XA4ZcU4XFr3v5mi7


コメント


bottom of page