top of page

A Antropofagia no Corpo: de(cu)lonialismos e transespecismos


Ministrante: Alexandra Gonçalves Dias

Data: 23 de setembro, sábado

Horário: 14h às 16h

Local: Casa de Cultura Mario Quintana - Sala Lili Inventa o Mundo (5º andar)

R. dos Andradas, 736 - Centro Histórico

Vagas: 20

Público: Maiores de 18 anos



Sinopse da oficina: Esta oficina-performance, fruto da pesquisa antropofágica realizada pelo grupo OUTRO Dances, trabalha a ativação da antropofagia de(cu)lonial no corpo, a partir da experiência de criar um corpo apto à devoração, seguido pela ação de antropofagizar o outro. Na atividade, será explorada a possibilidade de abrir e conectar buracos do corpo, especialmente aqueles interditados pela heteronormatividade compulsória, experimentando a chegada de um ser que transita entre a pessoa e o cão-cadela. A oficina resulta de uma pesquisa-guiada-pela-prática conduzida nos estudos de doutoramento da professora e artista Alexandra Dias, na University of Roehampton (Londres).


Minibio: Alexandra Dias é artista da dança e professora da UFPEL. PhD em Dança pela University of Roehampton, pesquisa a antropofagia em processos contemporâneos de composição coreográfica. Recebeu o Prêmio Funarte Petrobras Klauss Vianna de Dança e o Prêmio Açorianos de Melhor Produção pelo espetáculo Instruções para Abrir o Corpo em Caso de Emergência. Foi diretora da Cia. Olhar do Outro de Pelotas, com a qual realizou os espetáculos Olhar do Outro e Palco de Feiras. Atualmente, é diretora da OUTRO Dances, de autoria dos espetáculos Bitch, Cães e Animal Noturno.


LINK PARA INSCRIÇÃO: bit.ly/antropofagianocorpo


Comments


bottom of page