top of page

Danças Furiosas: organizando os ódios a partir da metodologia da Dança da Indignação

Ministrante: Gal Martins


Data: 16 de setembro, sábado

Horário: 14h às 17h

Local: Casa de Cultura Mario Quintana - Sala Marcos Barreto (4º andar)

Vagas: 20

Público: estudantes e artistas



Sinopse da oficina: A oficina coreográfica propõe uma vivência baseada na Dança da Indignação, conceito e metodologia criada por Gal Martins, idealizadora e diretora da Cia Sansacroma (SP). A Dança da Indignação refere-se a uma linguagem estética em dança que busca reverberar indignações coletivas, a partir de uma abordagem poética e política que traz signos e elementos singulares na intersecção entre arte e vida, vida e arte.


Minibio: Gal Martins é artista e pensadora em dança, Dr.h.c em Arte e Cultura, Gestora Cultural e Socióloga. Em 2002, criou a Cia Sansacroma, grupo paulistano de dança contemporânea preta, e em 2016 a Zona Agbara, grupo de dança formado por mulheres negras e gordas. Idealizadora da metodologia de formação em dança denominada A Dança da Indignação e do festival de dança Circuito Vozes do Corpo, já atuou como curadora e assessora artística da 13ª do programa Dança Contemporânea do Sesc TV. Recebeu indicações e contemplações ao Prêmio APCA e em 2021 foi vencedora do Prêmio Governador do Estado na categoria Cultura Urbana. Atualmente, também atua como Supervisora Artística Pedagógica do Programa Fábricas de Cultura e é membro do Fórum de Danças da Zona Sul e Oeste.


LINK PARA INSCRIÇÃO: bit.ly/dancasfuriosas

Comentários


bottom of page