top of page

Breaking Bases (Fundamentos)


Ministrante: Driko Oliveira | Julinho Bboy | Daniel Cavalheiro | Leonel, Bboy Deaf | Renan, Bboy Salazar |

César, Bboy Cesinha RC | Taymerson Silva, Bboy T2 (Projeto Trivial, um espetáculo de bboys)

Data: 25 de setembro, segunda-feira

Horário: 14h às 16h

Local: Espaço N. Rua da República, 433 - Sala 101 - Cidade Baixa, POA

Vagas: 35

Público: Livre


Minibio:

Driko Oliveira – desenvolveu nos últimos 10 anos, uma vasta combinação de diferentes qualidades de movimento a partir de suas experiências como bailarino de Danças urbanas, e como bailarino híbrido, intérprete e criador, orientado por diferentes diretores, como o Diretor de Danças Urbanas Marco Rodrigues, Grupo My House, Diretor neoclássico Ivan Motta (Cia H dança, Prêmio FUNARTE Klauss Vianna 2015) e o Diretor de Ballet clássico Alexandre Rittmann, a diretora Eva Schul, dança teatro (Ânima Cia de Dança – 30 anos), e em Dança de Salão Contemporânea com Fernando Campani, na Cia Municipal de Dança de Porto Alegre de Airton Tomazzoni (2014-2023). Atuou como Coreógrafo da Companhia Jovem de Dança do Município de Porto Alegre/RS (2017 a 2022) e como Bailarino e Coreógrafo (em 2015) da Companhia Municipal de Dança de Porto Alegre (2014 a 2023) de Airton Tomazzoni, entre outras.


Julinho Bboy - Iniciou carreira com as danças urbanas no ano de 2002 participando do grupo Realidade de rua. É um dos criadores do grupo Restinga Crew, o qual coordena. Em 21 anos já trabalhou e fez parte de diversos grupos e coletivos, entre eles: Realidade de rua, batida de rua, Stravagance, My House, Jeroquis, Style RS, Buzão 209, Retalhos, Andanças, Ballet Vera Bublitz, Tablado Andaluz. Recebeu 4 Prêmios Açorianos de dança. Atualmente coordena o Estúdio de Arte e Cultura Restinga Crew.


Daniel Cavalheiro - Bailarino, Modelo, Acrobata e performer. Foco nas Danças Urbanas principalmente o Breaking como ferramenta principal de expressão, tendo influência de danças Afrodiaspóricas, Capoeira e Acrobacias, dando continuidade a uma pesquisa que já possui mais de 10 anos de maneira profissional, passando por teatros, batalhas de danças, comerciais de tv, shows projetos sociais e oficinas, busco desenvolver um vocabulário autoral unificando toda a experiência adquirida. Atuou como bailarino no espetáculo de dança contemporânea Patas Arriba, da Cia Patas Arriba, Natal Luz de Gramado, assim como no Grupo Jeroquis. Formado em dança orientada pela experiência no grupo AfroSul Ọdọmode , entre outros.


Leonel | Bboy Deaf – Leonel iniciou seus estudos na dança em Julho de 2007, no projeto Escola Aberta da Escola em que estudava e em seguida, no grupo Restinga Crew. Mais tarde trabalhou com diversos grupos, como My House, New School Dreams, Cia de Dança Território da Dança, Stravagance e Buzão 209. Hojé é integrante da Footwork machine Crew w ata no cenário de Batalhas de Dança do RS.


Renan | Bboy Salazar – Profissional formado em Dança pela Universidade Federal do Pará (2016), dança breaking há 13 anos. Integrante da Amazon Crew, uma das melhores e mais premiadas crews do Brasil. Atualmente moro e participo do cenário do breaking no Rio Grande do Sul.


César | Bboy Cesinha RC – iniciou seus trabalhos desde o berço no restinga Crew. Atualmente dança junto com a Crew, participando de diversas atividades artísticas com o Ballet Vera Bublitz, Tablado Andaluz e agora, com o espetáculo Trivial. Taymerson Silva| Bboy T2, conheceu a comunidade da dança em 12 de janeiro de 2012 através do grupo Restinga Crew, onde atuou por 3 anos. Logo em seguida participou do coletivo Buzão 209, New School Dreams e o grupo Em Rua, focado em apresentações e palestras, atualmente, participa de Batalhas com o grupo Amplo Freestyle, voltado a estudos de HipHopFreestyle, assim como compõe o elenco do Espetáculo Trivial.


Sinopse da oficina: Este workshop apresenta as Bases do Breaking, indicando como a partir destas bases, é possível mesclar movimentações. O Fundamento é a base e o princípio de algo, as regras ou leis primordiais que regulam determinada coisa. A partir de estudos de Footwork - movimento ou passo que marca a dança Breaking, assim como Top Rocks, Drops, Giros e Freezes, os participantes deste workshop poderão experimentar a criação e a Liberdade dessa dança que nasceu nas ruas e que pertence a todos. Importante ressaltar que o Breaking tem em sua característica, a liberdade de mesclar movimentações de outras danças, de lutas, de esportes, enfim - a liberdade criativa nas movimentações a partir do conhecimento da Base do estilo. E por isso o workshop é indicado a todas as pessoas, de qualquer idade, e gênero. A oficina é completa, e conta com exercícios de aquecimento e alongamento, fundamentos, movimentações e musicalidade (ritmo), e ao final, além da Cypher (roda de dança), e uma conversa sobre a prática ocorrida.


Link para inscrições: https://forms.gle/9XA4ZcU4XFr3v5mi7


Comments


bottom of page