top of page

Bate-papo com Jeferson Tenório e Marcelino Freire e mediação de Ricardo Barberena

Ministrante: Marcelino Freire, Jeferson Tenório, Ricardo Barberena
Data: 22/03
Horário: 18h às 19h30
Local: PUCRS, Auditório do Prédio 9, Av. Ipiranga, 6681 - Partenon, Porto Alegre 
Vagas: 200
Público: Adulto



Conversa com os  escritores Jeferson Tenório e Marcelino Freire sobre suas obras e suas adaptações para outras linguagens, como o teatro. Ao final, o público poderá fazer perguntas aos escritores.

Minibio: 
Jeferson Tenório nasceu no Rio de Janeiro, em 1977. Radicado em Porto Alegre, é doutorando em teoria literária pela PUCRS. Estreou na literatura com o romance O beijo na parede (2013), eleito o livro do ano pela Associação Gaúcha de Escritores. Teve textos adaptados para o teatro e contos traduzidos para o inglês e o espanhol. É autor também de Estela sem Deus (2018). O avesso da pele é sua estreia na Companhia das Letras.

Marcelino Freire nasceu em Sertânia, Pernambuco. Vive em São Paulo desde 1991. É conhecido por suas obras, constantemente adaptadas para o teatro (a exemplo da peça "Hospital da Gente" pelo grupo Clariô de Teatro; "Nossos Ossos", pela Companhia da Revista; e "Angu de Sangue", pelo coletivo Angu de Teatro; além do texto original "Agropeça" para o Teatro da Vertigem em 2023), e por sua atuação como professor de oficinas de criação literária, além de produtor cultural (é o criador e curador da Balada Literária). Escreveu, entre outros, “Contos Negreiros” (Editora Record, 2005), com o qual foi vencedor do Prêmio Jabuti, também publicado na Argentina e no México. Em 2013 lançou, pela Editora Record, o romance “Nossos Ossos” (Prêmio Machado de Assis), também publicado em Portugal, Argentina e França. Em 2021, a editora José Olympio publicou uma "Seleta" com seus contos preferidos; para 2024 sairá no segundo semestre, pela mesma editora, seu segundo romance, "Escalavra".

Ricardo Barberena possui Graduação em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2000), Doutorado em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2005) e Pós-Doutorado (2009), intitulado "Paisagens limiares na contemporaneidade brasileira: representações da identidade no Cinema e na Literatura", pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Professor Permanente do Programa de Pós-Graduação em Letras (PUCRS). Coordena o Grupo de Pesquisa "Limiares Comparatistas e Diásporas Disciplinares: Estudo de Paisagens Identitárias na Contemporaneidade". Membro do Grupo de Pesquisa de Pesquisa do CNPq GELBC (Grupo de Estudos em Literatura Brasileira Contemporânea). Atuação docente na área de Letras (Teoria Literária), com ênfase em Literatura Brasileira Contemporânea. Diretor do Instituto de Cultura da PUCRS.

Comments


bottom of page