Porto Alegre em Cena - Festival Internacional de Artes Cênicas - poaemcena

Oficinas & Workshops 2018

 

 

As atividades formativas desse ano estão com as inscrições abertas!

São diversas oficinas e workshops, que têm a proposta de provocar o intercâmbio e a reflexão sobre os processos de criação e perceber como emergem as questões do nosso século nos espetáculos, compartilhando e multiplicando as experiências do fazer artístico.

 

Inscrições até 20/08 pelo e-mail inscricaoemcena@gmail.com

Nome da atividade no assunto do e-mail + Carta de intenção + Breve CurrículoDivulgação dos selecionados 23/08
 

> WORKSHOP: L’ATOR, O ATLETA DE SENTIMENTO com SERGE NICOLAÏ E OLIVIA CORSINI

11 e 13/09 • 9h às 12h / Inscrições gratuitas / 20 vagas

Sala de Música – Multipalco / Theatro São Pedro

Desde 2001, Nicolaï dirige oficinas com base no método de trabalho desenvolvido no Théâtre du Soleil. Os ensinamentos desta prática podem assumir diferentes formas, mas são calcados sobre os fundamentos básicos de música, corpo em movimento, e estado emocional (expressão de sentimentos internos). Os métodos usados para explorar esse elementos são baseados no trabalho de improvisação em grupo e individual, inspirados nos temas escolhidos no início do workshop.

Na programação do Porto Alegre em Cena, Serge Nicolaï vai apresentar a estreia mundial do seu espetáculo A Bergman Affair, estrelando sua parceira na vida e no Théâtre du Soleil, e co-fundadora da companhia Wild Donkeys, a atriz Olivia Corsini.
 

Praticar teatro pode ser feito de diferentes formas. Há muitas maneiras de treinar atores. O importante para nós que fazemos teatro no palco, é manter sempre a atividade em desenvolvimento. Se um atleta deixa de praticar sua especialidade, ele regride. O mesmo acontece conosco. Nós, atores, somos atletas. Atletas dos sentimentos. Um dos nossos maiores desafios, como atores, é que trabalhamos com o intangível, com emoções e sentimentos.Nada menos concreto! Minha proposta é trazer uma parte do “método” de trabalho que praticamos no Théâtre du Soleil. O teatro é composto por leis... Ouvir: tudo vem do outro. Nunca haja antes de receber qualquer coisa; ofereça uma alma inteira para o seu personagem, sem pré-julgamentos; não componha, mas e sim, revele toda a paixão; olhe para o pequeno para encontrar o grande. Ouça as noticias que chegam de dentro. Entenda que não há movimento sem pausa. Parta da imobilidade para chegar no outro. Não há música sem silêncio. Não há força sem paz. Ouça. Tudo é verdadeiro e tudo está no presente. Nem antes e nem depois da ação, apenas uma coisa de cada vez. Aprenda a abandonar seus diversos estados. Seja o que está acontecendo em você, é claro, mas também veja-se dentro da História, e nunca contenha a imaginação. Tudo isso passa por um esquecimento de si mesmo, por fazer um esforço para encontrar dentro de si um fértil vazio. Com verdade e sinceridade, iremos em busca do

que é concreto: os movimentos da alma, que são essenciais para se criar em teatro. Proponho um refinamento das ferramentas do fazer teatral: o corpo, a imaginação, a escuta, o estado, aversatilidade; e que pela prática de improvisações, sem palavras, na música, em um palco nu, se atrevam a enfrentar o“nada”. – Serge Nicolaï

 

Sobre Serge Nicolaï

Nascido em Marselha, França, Serge Nicolaï é considerado um dos mais brilhantes atores de sua geração. Ganhador do Prêmio Molière de melhor ator por sua performance em Le Dernier Caravansérail, do ThéâtreduSoleil.Nicolaï é mais conhecido pelo público brasileiro por suas récentes passagens por aqui com as montagens Les Naufragés du Fol Espoir (Os Náufragos do Louca Esperança) e Les Ephémères, com direção de Ariane Mnouchkine. Trabalhou com alguns dos mais importantes diretores do teatro na Europa, como Alexandre STAJIC, Benoît LAVIGNE e Stephen SZEKELY, e em 1997 ingressou na lendária Companhia teatral Théâtre du Soleil, onde tem realizado nos últimos 18 anos grandes atuações em montagens antológicas. Sua mais récente autação foi em Macbeth (2014/15). Além disso, Nicolaï tem uma consistente carreira no cinema europeu e estará no Brasil neste mês de outubro para o lançamento de seu mais recente filme Olmo e a Gaivota, da diretora Petra Costa (de Elena).

Como professor, Nicolaï já dirigiu oficinas na Itália (Sant’Arcangelo di Roménia Festival Internacional de Teatro; Festival Internacional VIE (Emilia Romania Teatro); Torino), na Espanha (Alliance française em Barcelona e Madrid), no Chile (Festival Internacional de Santiago a Mil, Santiago, San Pedro de Atacama), na Argentina (convidado pela companhia Timbre 4 em Buenos Aires), no Marrocos (Alliance française em Casablanca) e na França (Córsega, Rencontres Internationales com Aria teatro; Lyon, Nantes ...).

> WORKSHOP: DANÇA SENEGALESA com IBRAHIMA SARR – HÖRÖYÁ

12/09 • 15h às 16h30 / Inscrições gratuitas / 30 vagas

Sala Álvaro Moreyra / CMC

A música e a dança no Senegal são partes fundamentais na estrutura sócio-cultural do país. Cultura considerada tecnicamente uma das mais complexas e extensas para execução, impressionam imediatamente a todos que tem acesso. E, justamente por sua complexidade, é uma arte que vem se difundido lentamente e recentemente pelo mundo. São muitas as danças, músicas e culturas do país, sendo as mais conhecidas o Sabar dos povos Wolof, Serer, Tucolor e o Sorobá dos Dioula. Na oficina, os alunos aprendem técnicas de movimentação e passos de dança que se desenvolvem conjuntamente com os tambores tocados ao vivo, formando passo-a-passo uma coreografia.

> OFICINA: COMO INTERNACIONALIZAR O SEU PROJETO_MERCADOS E ESTRATÉGIAS EM ARTES CÊNICAS com a IVA HORVAT - ART REPUBLIC

13 a 17/09 • 9h30 às 13h30 / Inscrições gratuitas / 20 vagas

Teatraria³ - Rua dos Andradas 665 / Centro Histórico

 

Com vasta experiência à frente de projetos artísticos de repercussão mundial, a artista e produtora croata, Iva Horvat, radicada na Espanha e fundadora da Art Republic – agência especializada em gestão das artes – vem a Porto Alegre para ministrar um workshop sobre estratégias de divulgação e circulação internacional de espetáculos. A ideia é abrir caminhos e clarear pontos acerca de como desenvolver e apresentar um plano de internacionalização de projetos de teatro atraente e estratégico. Além do conteúdo teórico, Iva Horvat propõe exercícios práticos aos participantes, que durante os cinco dias da oficina, serão orientados sobre como desenvolver o plano desde o início até o final, com técnicas para análise de possíveis mercados, festivais e feiras internacionais e, o principal, como valorizar os pontos de destaque do projeto artístico em questão.

 

 

 

Tags:

Please reload