Porto Alegre em Cena - Festival Internacional de Artes Cênicas - poaemcena

madrinha / 2019

Foto: Juliana Alabarse

Alice Urbim

 

A escolha da madrinha do Porto Alegre em Cena tem sido sempre um desafio. Pensar numa pessoa que participe de tudo, que ajude com seu trabalho, com sua presença, com seu olhar não é fácil. Mas é extremamente prazeroso quando a gente acha os nomes das pessoas, que mesmo não sendo "gente de teatro", como falamos, fazem ele acontecer na nossa cidade. Um sopro chegou aos meus ouvidos com esse nome: Alice Urbim. Na hora abriu um sorriso de certeza de que era a pessoa certa pra nos acompanhar esse ano.

 

Me lembro dela com as roupas pretas e o batom roxo se destacando por entre tantas pessoas nas entradas dos teatros e eventos culturais. Uma dama gótica cheia de atitude e uma voz potente tão característica que, numa gargalhada, mexe com a energia do ambiente. Eu a observava e queria conhecê-la.

 

Quando comecei a participar das reuniões do júri do Prêmio Braskem em Cena, do qual ela já é um membra vitalícia, fiquei encantando com sua postura, sua personalidade forte e ética. Conforme fomos nos aproximando, fui descobrindo – bem assim, no gerúndio, aos poucos, seu humor maravilhoso, e ficamos cada vez mais próximos. Aquele olhar profundo que me chama de jeito e, quando vejo, estamos discutindo sobre arte, teatro, jornalismo e política. Sobre o que será que será de nós? Que honra poder tê-la por perto, presente no festival, nos ajudando a pensá-lo e fazê-lo acontecer.

 

Muito grato, Alice Urbim, minha querida amiga e nossa madrinha.

Fernando Zugno